Unwritten

Escrever, escrever e escrever....
Deixar as palavras formarem frases, parágrafos e textos... Contar notícias, tragédias, cartas de amor, cartas de saudades, de alegria, mensagens de reflexão.Buscar em coisas escritas aquilo que não se encontra ao escutar.Achar no meio de um livro antigo uma rosa seca e, ao ver, recordar o passado.
Desligar-se do mundo ao ler um livro, entrar na história e ser o narrador observador.E por alguns instantes esquecer de tudo.

Eu escrevo por hábito, por gosto, porque quando escrevo esqueço do mundo ao meu redor, as palavras chegam na minha mente e eu simplesmente as escrevo.Podem não ter significado pra você, mas para mim, sempre tem.

Nossas vidas são como livros, a cada dia uma nova página é escrita.

09 outubro, 2006

Eu e o Raphael


"Se nao fossem os amigos que eu posso contar não sei o que seria de mim. Quem tem amigos não chora sozinho, sem eles seria meu fim. Amigos que eu trago no meu coração. Que nunca me deixam sentir solidão"

Nando Reis

Igual a Você - Nenhum de nós

Eu sei que nós dois éramos bons amigos
Você conhecia meus medos escondidos
Eu guardava segredos proibidos
Estávamos ligados, comprometidos
Algumas vezes menti
Para te proteger
Você me fez fugir
Quando o melhor era mesmo correr
Eu fazia você sorrir
Na hora exata de chorar
Você me ensinou a pedir
Quando eu insistia em mandar
Agora você tem
Novos amigos
Normal que um dia
Isso fosse acontecer
Só não me faça te odiar
Não me peça para esquecer
Não espere que eu seja
Igual a você
Algumas vezes menti
Para te fazer correr
Você me fez fugir
Só para me proteger
Eu fazia você sorrir
Quando insistia em mandar
Você me ensinou a pedir
Na hora exata de chorar


Ps* Era pra colocar só um trecho da música, mas ela é tão perfeita para nós que não dá para por só um trecho.

1 comentários:

Raphael disse...

Nathy !!!

Realmente essa música tem tudo a ver com a gente. As vezes eu coloco pra escutar e me lembro sempre de vc !!!

Adorei a foto tbm !!!

BJs