Unwritten

Escrever, escrever e escrever....
Deixar as palavras formarem frases, parágrafos e textos... Contar notícias, tragédias, cartas de amor, cartas de saudades, de alegria, mensagens de reflexão.Buscar em coisas escritas aquilo que não se encontra ao escutar.Achar no meio de um livro antigo uma rosa seca e, ao ver, recordar o passado.
Desligar-se do mundo ao ler um livro, entrar na história e ser o narrador observador.E por alguns instantes esquecer de tudo.

Eu escrevo por hábito, por gosto, porque quando escrevo esqueço do mundo ao meu redor, as palavras chegam na minha mente e eu simplesmente as escrevo.Podem não ter significado pra você, mas para mim, sempre tem.

Nossas vidas são como livros, a cada dia uma nova página é escrita.

20 setembro, 2008

Hoje direi que o nada se tornou tudo e
Que tudo que era um dia, hoje não é mais
Porém nada do que é hoje existiu antes.
O passado não é o presente,
Mas o futuro será construído no hoje
Termino com aquela velha frase:
Nada do que foi será de novo do
jeito que já foi um dia.

Tudo passa, tudo sempre passará.

18 setembro, 2008

Não é porque você não enxerga que não existe/ A importância de seguir as instruções

Hoje vou falar sobre algo que foi comentado na sala de aula pelo meu professor e, como fiquei interessada pelo assunto resolvi compartilha-lo.

Muitas pessoas tem o costume de tomar remédios indicados pelo balconista da farmácia ou por pessoas que já tomaram tal remédio e funcionou. Isso é completamente errado, outra coisa que é de extrema importância, mas que as pessoas ignoram é administrar o medicamento no tempo certo, quando a pessoa melhora no 2º ou 3º já param de tomar a medicação e isso é o pior erro que a pessoa podia cometer. Pois quanto você sente essa melhora é porque a medicação está agindo contra o agente infeccioso matando primeiramemte aqueles mais sensíveis (fracos) ao remédio, mas isso não elimina toda a população desses organismos, ao parar com a medicação você faz com os organismos mais resisntes (fortes) sobrevivam e criem resistência a tal remédio. Por isso que para algumas pessoas determinados medicamentos não fazem mais efeito.
O pior de tudo isso é que cada vez mais esses patógenos vão se tornando mais resistentes e dificultando o tratamento. Existe uma grande área da ciência que estuda esses mecansimos de defesa desses organismos e novas formas de combatê-los, mas apesar dos grandes avanços na tecnologia e na ciência médica,ainda existem bactérias, fungos e vírus que o homem não é capaz de vencê-lo como, por exemplo, o vírus HIV, o Staphylococcus aureus que é um fungo que adquiriu resistência aos medicamentos e hoje existem mais duas espécies dele resisntente a diferentes medicamentos, sendo que para o homem uma dessas espécies leva à morte, já que não existe um medicamento eficaz contra ele e nisso você se sente impotente ao ver uma pessoa definhar aos poucos por causa de algo que não é visto ao olho nu.

Moral da história: Sigam a risca as instruções do médico, nunca confiem em pessoas que não estão habilitadas para fornecer medicamentos.

14 setembro, 2008

Tristes lembranças

Nossa vida é repleta de momentos e situações que marcam para sempre, ficam guardados em arquivos na nossa memória e ao recordar revivemos a cena, podemos ver como outros olhos e ter sentimentos diferentes hoje em relação ao passado, mas ele nunca será mudado. A quem diga que recordar é viver, mas para mim recordar é sofrer, é mexer nas feridas já cicatrizadas, principalmente em questões familiares.
Hoje eu chorei, não consegui reprimi-lo, mas chorei baixinho, sozinha e no meu canto. Ninguém precisa saber o que está acontecendo nesse momento, uma vez que ninguém vai sentir o que eu estou sentido, pois só eu vivi isso na pele.
Posso me mostrar forte perante muitos momentos difíceis, mas é falar de algo envolvendo meus pais e pessoas próximas eu me abalo pscicologicamente. Não adianta, é involuntário essa angústia e inevitálvel o choro.
Nunca cheguei a relatar minha vida familiar aqui, apenas comentei alguns conflitos e sem muita exposição, mas estou pensando seriamente em montar um outro blog estilo diário, sei que só tenho 20 anos, mas minha vida até hoje daria um livro com mais de 500 páginas! Seria um drama com final incerto. (Ainda vou amadurecer essa idéia, escrever me faz bem)
Escrever para mim é uma terapia, um hobby que faço com prazer, mas ultimamente tenho encontrado muitas dificudades, preciso de apoio, de um "up grade" para que volte com tudo e matenha esse blog até o final da minha vida. É um dos meus objetivos, escrever enriquece seu vocabulário, exercita sua mente e poder dividir isso com qualquer pessoa que acesse meu blog e ela se identificar com algo e de repente isso lhe fizer bem é muito bom, eu fico bem feliz. Adoro quando recebo um comentário por mais simples que seja.
Obrigada a todos que lêem este blog e também aos que comentam!

02 setembro, 2008

Por onde andei ?

Nem eu sei dizer por quais caminhos andei, quais esquinas parei e em qual rua segui.
Apenas estou tentando seguir pela estrada de tijolos amarelos que me leve a um lugar onde eu possa enfim me encontrar e, alí, permanecer.

Estou cansada de ver e ouvir certas coisas, de ver pessoas ao meu redor sofrendo, de saber que não posso confiar em algumas pessoas da minha própria família e, principalmente, inconformada em ter que aguentar isso calada, sabendo que estou sendo injustiçada.

Não julgue sem saber, não tire conclusões preciptadas e acusando alguém sem ter provas. Não veja a pessoa pelo que ela fez no passado ou por um deslize que cometeu e sim no seu dia-a-dia, na convinvência.

Magoar as pesssoas é algo muito fácil e ao mesmo tempo difícil de esquecer. Queria poder resolver a situação e seguir minha vida ao lado de quem me quer bem e que enxerga o que eu realmente sou.

Se cada pessoa não fosse tão egoísta ao ponto de prejudicar alguém só para satisfazer seu ego, o mundo seria mais calmo.