Unwritten

Escrever, escrever e escrever....
Deixar as palavras formarem frases, parágrafos e textos... Contar notícias, tragédias, cartas de amor, cartas de saudades, de alegria, mensagens de reflexão.Buscar em coisas escritas aquilo que não se encontra ao escutar.Achar no meio de um livro antigo uma rosa seca e, ao ver, recordar o passado.
Desligar-se do mundo ao ler um livro, entrar na história e ser o narrador observador.E por alguns instantes esquecer de tudo.

Eu escrevo por hábito, por gosto, porque quando escrevo esqueço do mundo ao meu redor, as palavras chegam na minha mente e eu simplesmente as escrevo.Podem não ter significado pra você, mas para mim, sempre tem.

Nossas vidas são como livros, a cada dia uma nova página é escrita.

30 novembro, 2006

Casal


pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Jardim

pegue a sua no TemplatesdaLua.com

TPM

RISOS.....

pegue a sua no TemplatesdaLua.com

28 novembro, 2006

Para refletir

Para refletir

Um excelente nadador tinha o costume de correr até a água e de molhar somente o dedão do pé antes de qualquer mergulho. Alguém intrigado com aquele comportamento, lhe perguntou qual a razão daquele hábito.
O nadador sorriu respondeu:
Há alguns anos eu era um professor de natação. Eu os ensinava a nadar e a saltar do trampolim.Certa noite, eu não conseguia dormir, e fui até a piscina para nadar um pouco.Não acendi a luz, pois a lua brilhava através do teto de vidro do clube.
Quando eu estava no trampolim, vi minha sombra na parede da frente.Com os braços abertos, minha imagem formava uma magnifica cruz.Em vez de saltar, fiquei ali parado, contemplando minha imagem. Nesse momento pensei na cruz de Jesus Cristo e em seu significado.Eu não era um cristão, mas quando criança aprendi que Jesus tinha morrido na cruz para nos salvar pelo seu precioso sangue.
Naquele momento as palavras daquele ensinamento me vieram a mente e me fizeram recordar do que eu havia aprendido sobre a morte de Jesus.Não sei quanto tempo fiquei ali parado com os braços estendidos.
Finalmente desisti de pular e desci do trampolim e fui até a escada para mergulhar na água. Desci a escada e meus pés tocaram o piso duro e liso do fundo da piscina.Haviam esvaziado a piscina e eu não tinha percebido...
Tremi todo, e senti um calafrio na espinha.Se eu tivesse saltado seria meu último salto.
Naquela noite a imagem da cruz na parede salvou a minha vida.Fiquei tão agradecido a Deus, que ajoelhei na beira da piscina, confessei os meus pecados e me entreguei a Ele, consciente de que foi exatamente em uma cruz que Jesus morreu para me salvar.Naquela noite fui salvo duas vezes e, para nunca mais me esquecer, sempre que vou até piscina molho o dedão do pé antes de saltar na água...

"Deus tem um plano na vida de cada um de nós e não adianta querermos apressar ou retardar as coisas pois tudo acontecerá no seu devido tempo e esse tempo é o tempo Dele e não o nosso..."

pegue a sua no TemplatesdaLua.com

23 novembro, 2006

Hoje

Aqui estou eu para naum dizer que naum postei nd hj, fiz uma montagem bem legal numa foto, mas naum to conseguindo blogar .... Tento outra hora.
Acalmaram as coisas aqui no trabalho, ainda bem... Preciso de férias!!!

.....PALAVRAS AO VENTO....

Gostaria de poder dizer tudo o q penso,
De gritar ao mundo as minhas revoltas,
Compreender meus sentimentos,
Aceitar o destino...

pegue a sua no TemplatesdaLua.com

21 novembro, 2006

Foto

Por uma falha técnca do blog, a foto da postagem anterior é esssa:

pegue a sua no TemplatesdaLua.com

AMIZADES: UM DESABAFO

AMIZADES : UM DESABAFO.

>> Resolvi publicar esta foto aqui, depois de mto pensar...

>> Essa foto mostra duas amigas que diziam ser inseparáveis, mas que brigaram no fim do ano passado sem precisar dizer uma palavra. O silêncio se encarregou disso. Talvez se tivéssemos ?saído no tapa? saberíamos o que de verdade significou essa briga, que esses 3 ou 4 anos de amizade não foram perda de tempo. Sei lá, foi mto estranho a reação dela. Talvez se o orgulho dela não fosse algo assim tão intocável ainda seríamos amigas. O tempo se encarregou de apaziguar a coisas. Hoje vendo esta única foto que guardei, porque num acesso de raiva deletei tudo que me lembrava ela, não sinto mais raiva, mesmo pq axo que raiva msm nunca senti, foi mais mágoa e tristeza por não conseguir compreende-la. Nossas vidas tomaram rumos diferentes, nunca mais a vi, nem lembro mais seu telefone, o qual sabia de cor. Me doeu mto no começo saber que ela me ?espionava? pelo orkut e tentou me atingir com coisas banais, achando que eu teria ciúmes da amizade dela com o Raphael, MEU AMIGO ( escrevi em letras maiúsculas naum para chamar a atenção não, mas pq uma vez Camões em uns de seus poemas escreveu AMOR assim, pq para ele era um sentimento maior.. algo assim).
Ai.. Ai... e ficava eu pensando o pq disso, se não foi capaz de me procurar para tentar salvar essa amizade pq se interessava na minha vida? Eu, ao contrário, só sabia de alguma coisa da vida dela qdo sem querer o Rapha comentava. Mas isso foi no começo.

Faz mais de um ano que isso tudo aconteceu. Não posso dizer que foi melhor assim, pois às vezes me sinto mto sozinha e tenho saudades dos tempos em que éramos inseparáveis....


>> Nesse tempo a Gabi se tornou minha amiga de verdade, mas não é a mesma coisa. Somos diferentes qdo tentamos ser iguais. Lógico que temos mtas coisas em comum, mas é diferente. Gosto mto, mto msm da Gabi, do seu pai e da Naty, pq me proporcionaram momentos felizes em que pude me sentir como se tivesse uma família feliz. Sei que vc Gabi, ta se matando de estudar pra passar na USP, e axo isso ótimo, mas sinto falta de ter alguém pra conversar, de sair pra ir no shopping , de ficar horas conversando pelo telefone coisas inúteis, enfim, não te procuro pq não quero te atrapalhar.... Só isso.
Gostaria de te ver!


>> Já o Rapha, eu tive que me acostumar com a distância na 8ª série, foi difícil... mas estamos aqui e resistimos a tudo isso. Hj vc ta lá em Sorocaba fazendo facul e me orgulho por isso. De verdade. Mas não me abandona não, sinto sua falta, ainda mais agora no fim do ano.
Preciso mto te ver, preciso do seu ombro para chorar minhas frustrações, sei que posso contar com vc. Não gostaria de verdade de enxer vc com meus problemas, pois sei q vc já tem os seus, mas vc é o único que esta comigo desde o começo e sabe o q eu estou sentindo.


TE AMO ! TE AMO! TE AMO!

Desculpem por esse desabafo, mas não se preocupem, pq quase ninguém acessa meu blog...

pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Não abandonei o blog

Confesso que abandonei esses dias o blog, mas foi porque eu realmente não tive tempo. Nossa, acumulou mta, mas mta coisa mesmo pra fazer nessa semana que passou. Ainda bem que deu tudo certo, quer dizer quase tudo, mas enfim o pior já passou.
O ano tá acabando... Rápido demais pro meu gosto.
Acho que vou passar o natal em casa e com a família reunida, faz mto tempo que não passamos os natais juntos. Eu principalmente, pq sempre estava fora de SP, mas esses eram bons tempos de férias escolares que não voltam mais...

Estas fotos são desse período de férias, se não me engano de 2004. São minhas primas, meu primo e minha querida tia ... Estou com tanta saudades de vcs!!!





pegue a sua no TemplatesdaLua.com

SeMPRe e SiM - Nenhum de nós

SeMPRe e SiM
Eu quero te pedir um tempo
Sem afastamento
Na verdade eu quero
Um tempo pra nós dois
Vamos sair pra dançar
Sair pra conversar
Quem sabe caminhar
O resto a gente vê depois
O que te faz pensar
Que eu quero tanto assim?
Será que eu vou sentir saudade?
Saudade que não tem mais fim?
Sim!
É sempre assim!
A resposta é sim.
Sempre sim!
E sendo assim
Eu quero ser para você
O que você é para mim.
Eu quero te pedir que deixe
A porta aberta
Eu quero entrar em sua vida
Entrar em seus lençóis
Vamos começar de novo
Sem ressentimentos
Faz de conta que já
Desatamos o nós

pegue a sua no TemplatesdaLua.com

13 novembro, 2006

Sinto vergonha de mim - Rui Barbosa

Sinto vergonha de mim
por ter sido educador de parte desse povo,
por ter batalhado sempre pela justiça,
por compactuar com a honestidade,
por primar pela verdade
e por ver este povo já chamado varonil
enveredar pelo caminho da desonra.

Sinto vergonha de mim
por ter feito parte de uma era
que lutou pela democracia,
pela liberdade de ser
e ter que entregar aos meus filhos,
simples e abominavelmente,
a derrota das virtudes pelos vícios,
a ausência da sensatez
o julgamento da verdade,
a negligencia com a família,
célula-mater da sociedade,
a demasiada preocupação
com o "eu" feliz a qualquer custo,
buscando a tal "felicidade"
em caminhos eivados de desrespeito
para com o seu próximo.

Tenho vergonha de mim
pela passividade em ouvir,
sem despejar meu verbo,
a tantas desculpas ditadas
pelo orgulho e vaidade,
a tanta falta de humildade
para reconhecer um erro cometido,
a tantos "floreios" para justificar
atos criminosos,
a tanta relutância
em esquecer a antiga posição
de sempre "contestar",
voltar atrás
e mudar o futuro.

Tenho vergonha de mim
pois faço parte de um povo
que não reconheço,
enveredando por caminhos
que não quero percorrer...

Tenho vergonha da minha impotência,
da minha falta de garra,
das minhas desilusões
e do meu cansaço.
Não tenho para onde ir
pois amo este meu chão,
vibro ao ouvir meu Hino
e jamais usei a minha Bandeira
para enxugar o meu suor
ou enrolar meu corpo
na pecaminosa manifestação de nacionalidade.

Ao lado da vergonha de mim,
tenho tanta pena de ti,
povo brasileiro!

De tanto ver triunfar as nulidades,
de tanto ver prosperar a desonra,
de tanto ver crescer a injustiça,
de tanto ver agigantarem-se os poderes
nas mãos dos maus,
o homem chega a desanimar da virtude,
a rir-se da honra,
a ter vergonha de ser honesto.

Por Rui Barbosa

pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Os Domingos estão precisando de feriados - Nilton Bonder

Os Domingos estão precisando de feriados por Nilton Bonder

Toda Sexta-feira à noite começa o Shabat para a tradição judaica. "Shabat" é o conceito que propõe descanso ao final do ciclo semanal de produção, inspirado no descanso divino no sétimo dia da Criação. Muito além de uma proposta trabalhista, entendemos a pausa como fundamental para a saúde de tudo o que é vivo. A noite é pausa, o inverno é pausa, mesmo a morte é pausa. Onde não há pausa, a vida lentamente se extingue. Para um mundo no qual funcionar 24 horas por dia parece não ser suficiente, onde o meio ambiente e a terra imploram por uma folga, onde nós mesmos não suportamos mais a falta de tempo, descansar se torna uma necessidade do planeta. Hoje, o tempo de 'pausa' é preenchido por diversão e alienação. Lazer não é feito de descanso, mas de ocupações 'para não nos ocuparmos'. A própria palavra "entretenimento" indica o desejo de não parar. E a incapacidade de parar é uma forma de depressão. O mundo está deprimido e a indústria do entretenimento cresce nessas condições. Nossas cidades se parecem cada vez mais com a Disneylândia. Longas filas para aproveitar experiências pouco interativas. Fim de dia com gosto de vazio. Um divertido que não é nem bom nem ruim. Dia pronto para ser esquecido, não fossem as fotos e a memória de uma expectativa frustrada que ninguém revela, para não dar o gostinho ao próximo... Entramos no milênio num mundo que é um grande shopping. A Internet e a televisão não dormem. Não há mais insônia solitária; solitário é quem dorme. As bolsas do Ocidente e do Oriente se revezam fazendo do ganhar e perder, das informações e dos rumores, atividade incessante. A CNN inventou um tempo linear que só pode parar no fim. Mas as paradas estão por toda a caminhada e por todo o processo. Sem acostamento, a vida parece fluir mais rápida e eficiente, mas ao custo fóbico de uma paisagem que passa. O futuro é tão rápido que se confunde com o presente. As montanhas estão com olheiras, os rios precisam de um bom banho, as cidades de uma cochilada, o mar de umas férias, o Domingo de um feriado... Nossos namorados querem 'ficar', trocando o 'ser' pelo 'estar'. Saímos da escravidão do século XIX para o leasing do século XXI - um dia seremos nossos? Quem tem tempo não é sério, quem não tem tempo é importante. Nunca fizemos tanto e realizamos tão pouco. Nunca tantos fizeram tanto por tão poucos... Parar não é interromper. Muitas vezes continuar é que é uma interrupção. O dia de não trabalhar não é o dia de se distrair - literalmente, ficar desatento. É um dia de atenção, de ser atencioso consigo e com sua vida. A pergunta que as pessoas se fazem no descanso é 'o que vamos fazer hoje?' - já marcada pela ansiedade. E sonhamos com uma longevidade de 120 anos, quando não sabemos o que fazer numa tarde de Domingo. Quem ganha tempo, por definição perde. Quem mata tempo, fere-se mortalmente. É este o grande "radical livre" que envelhece nossa alegria - o sonho de fazer do tempo uma mercadoria. Em tempos de novo milênio, vamos resgatar coisas que são milenares. A pausa é que traz a surpresa e não o que vem depois. A pausa é que dá sentido à caminhada. A prática espiritual deste milênio será viver as pausas.
Não haverá maior sábio do que aquele que souber quando algo terminou, e quando algo vai começar. Afinal, por que o Criador descansou?
Talvez porque mais difícil do que iniciar um processo do nada, seja dá-lo como concluído.


10 novembro, 2006

pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Poema de minha autoria

pegue a sua no TemplatesdaLua.com

08 novembro, 2006

Algumas definições que não estão no dicionário





ALGUMAS DEFINIÇÕES QUE NÃO CONSTAM NO DICIONÁRIO
pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Frase

" Hay hombres que luchan un dia y son buenos. Hay otros, que lucham un año y son mejores. Hay quienes luchan muchos años y son muy buenos. Pero los hay que luchan toda la vida. Esos...son imprescindibles."
Bertolt Brecht

pegue a sua no TemplatesdaLua.com

06 novembro, 2006

Tudo Mudou - Luís Fernando Veríssimo

Tudo Mudou...

O rouge virou blush
O pó-de-arroz virou pó-compacto
O brilho virou gloss
O rímel virou máscara incolor
A Lycra virou stretchAnabela virou plataforma
O corpete virou porta-seios
Que virou sutiã
Que virou lib
Que virou silicone
A peruca virou aplique, interlace, megahair, alongamento
A escova virou chapinha
"Problemas de moça" viraram TPM
Confete virou MM
A crise de nervos virou estresse
A chita virou viscose
A purpurina virou gliter
A brilhantina virou mousse
Os halteres viraram bomba
A ergométrica virou spinning
A tanga virou fio dental
E o fio dental virou anti-séptico bucal
Ninguém mais vê...
Ping-Pong virou Babaloo
O a-la-carte virou self-service
A tristeza, depressão
O espaguete virou Miojo pronto
A paquera virou pegação
A gafieira virou dança de salão
O que era praça virou shopping
O long play virou CDA fita de vídeo é DVD
O CD já é MP3
É um filho onde éramos seis
O álbum de fotos agora é mostrado por email
O namoro agora é virtual
A cantada virou torpedo
E do "não" não se tem medo
O break virou street
O samba, pagode
O carnaval de rua virou Sapucaí
O folclore brasileiro, halloween
O Fortificante não é mais Biotônico
Folhetins são novelas de TV
Lobato virou Paulo Coelho
Caetano virou um chato
Chico sumiu da FM e TVBaby se converteu
RPM desapareceu
Elis ressuscitou em Maria Rita?
Raul e Renato,Cássia e Cazuza,Lennon e Elvis,
Todos anjos
Agora só tocam lira...
A AIDS virou gripe
A bala antes encontrada agora é perdida
A violência está coisa maldita!
A maconha é calmante
O professor é agora o facilitador
As lições já não importam mais
A guerra superou a paz
E a sociedade ficou incapaz...... De tudo.
Inclusive de notar essas diferenças.

(Luiz Fernando Veríssimo)

pegue a sua no TemplatesdaLua.com