Unwritten

Escrever, escrever e escrever....
Deixar as palavras formarem frases, parágrafos e textos... Contar notícias, tragédias, cartas de amor, cartas de saudades, de alegria, mensagens de reflexão.Buscar em coisas escritas aquilo que não se encontra ao escutar.Achar no meio de um livro antigo uma rosa seca e, ao ver, recordar o passado.
Desligar-se do mundo ao ler um livro, entrar na história e ser o narrador observador.E por alguns instantes esquecer de tudo.

Eu escrevo por hábito, por gosto, porque quando escrevo esqueço do mundo ao meu redor, as palavras chegam na minha mente e eu simplesmente as escrevo.Podem não ter significado pra você, mas para mim, sempre tem.

Nossas vidas são como livros, a cada dia uma nova página é escrita.

19 outubro, 2008

Impossível não comentar

Hoje na televisão passou reportagens sobre o trágico fim do sequestro em Santo André e, assistir fiquei imaginando o que leva uma pessoa a esse extremo? Nada justifica o que ele fez.
Será que poderia ter sido diferente esse final?
Foi nobre o gesto da família da menina, parabéns! Pois ela se foi, mas deixou aqui a esperança de cura para algumas pessoas e assim, Eloá estará viva nelas e nunca será esquecida. Realmente um gesto muito bonito de solidariedade.
Expresso aqui revolta ao saber que foi um jovem desestruturado que modificou a vida de tantas pessoas a troco de nada. Que gerou tanta dor e sofrimento às pessoas e que agora vai ser julgado e condenado no máximo a 30 anos de prisão e quando sair ainda poderá ter uma vida praticamente normal e cometer outro ato insano! Eu fico indignada com as leis nesse país!!! Isso pra não falar do treinamento dos nossos policiais em geral. Na minha opinião o Brasil tem que investir muito nesse aspecto, tem que jogar de igual pra igual com esses marginais, tem que ser estilo aquele filmes americanos que mostra a policía de lá. Tem que ter leis rigorosas para poder impor respeito perante a sociedade, de pouco adianta andar armado pelas ruas enquanto os bandidos estão munidos de fuzis e tudo mais....
Aonde vamos parar com tanta violência? Tenho medo de saber a resposta.

15 outubro, 2008

Mensagem

Li essa mensagem na letra da música O caderno do Padre Fábio
de Melo, pois fiquei
curiosa sobre a música ao ver a
propaganda que passa na Tv sobre o cd dele e nessa
letra tem
essa mensagem da qual gostei:



Eu não sei se você se recorda do seu primeiro caderno, eu me recordo do meu.
Com ele eu aprendi muita coisa, foi nele que eu descobri que a experiência
dos erros

Ela é tão importante quanto às experiências dos acertos
Porque vistos de um jeito certo, os erros,
Eles nos preparam para nossas vitórias e conquistas futuras
Porque não há aprendizado na vida que não passe pelas experiências dos erros

O caderno é uma metáfora da vida,
Quando os erros cometidos eram demais, eu me recordo,
Que a nossa professora nos sugeria que agente virasse a página.
Era um jeito interessante de descobrir a graça que há nos recomeços.

Ao virar a página, os erros cometidos deixavam de nos incomodar e
a partir deles,

Agente seguia um pouco mais crescido.

O caderno nos ensina que erros não precisam ser fontes de castigos.
Erros podem ser fontes de virtudes!
Na vida é a mesma coisa, o erro tem que estar à serviço do aprendizado;
Ele não tem que ser fonte de culpas e vergonhas.
Nenhum ser humano pode ser verdadeiramente grande
sem que seja capaz de reconhecer os erros que cometeu na vida.

Uma coisa é agente se arrepender do que fez! Outra coisa é agente se
sentir culpado.

Culpas nos paralisam. Arrependimentos não!
Eles nos lançam pra frente, nos ajudam a corrigir os erros cometidos.

Deus é semelhante ao caderno.
Ele nos permite os erros pra que agente aprenda a fazer do jeito certo.

Você tem errado muito?
Não importa, aceite de Deus essa nova página de vida que tem nome de hoje!
Recorde-se das lições do seu primeiro caderno.
Quando os erros são demais, vire a página!

04 outubro, 2008

O mal dos excessos

"Aqui jaz um homem rico nesta rica sepultura; escapava da moléstia, se não morresse da cura. " (De Bocage)

___A sociedade atual mostra-se cada vez mais consumidora de excessos e, tudo o que é demais faz mal. Para cada coisa existe uma medida, um proporção e um limite que muitas vezes é desrespeitado pelas pessoas, pois a futilidade, a falta de informação, a impulsividade por comprar e de manter um status perante a sociedade tornam o ser humano cada vez mais medíocre.
___Ao ouvir que tomar uma taça de vinho por dia faz bem pro coração, a pessoa passa a tomar vinho todos os dias e ainda pode pensar que se uma taça faz bem, então, tomar duas é melhor ainda e por consequência, se torna alcoólatra. É comprovado que um cálice de vinho por dia traz benefícios para o corpo, pois atua na estabilidade da parede dos vasos sanguíneos diminuindo a possibilidade de acúmulo de placas de gordura nesses vasos e evitando, assim, o temido infarto do miocárdio. Mas esse vinho é aquele que é feito a partir da uva Cabernet Sauvignon, Merlot e uma outra que não lembro o nome agora, mas estas são as uvas mais caras e, portanto, dos vinhos mais caros e não aqueles que se comprados em "boteco". A quantide de álcool tem que ser pequena, tanto é que o suco puro da uva faz quase o mesmo efeito do vinho.
___O café também é extremente prejudicial à saúde, pois a cafeína traz vários malefícios para o organismo assim como o uso exagerado de adoçante, o açúcar só pode ser substituído de maneira natural pela frutose (encontrada em frutas e no mel), o uso indiscriminado de aspartame é um dos grandes vilões à saúde, pois é uma neurotoxina e está relacionado com o Mal de Alzheimer e doenças de Parkinson e pode-se ainda associá-lo com o surgimento de câncer. Em outras e palavras, tudo o que é demais faz mal seja na alimentação, bebida, consumismo de bens materiais ou psico-fisiológico.