Unwritten

Escrever, escrever e escrever....
Deixar as palavras formarem frases, parágrafos e textos... Contar notícias, tragédias, cartas de amor, cartas de saudades, de alegria, mensagens de reflexão.Buscar em coisas escritas aquilo que não se encontra ao escutar.Achar no meio de um livro antigo uma rosa seca e, ao ver, recordar o passado.
Desligar-se do mundo ao ler um livro, entrar na história e ser o narrador observador.E por alguns instantes esquecer de tudo.

Eu escrevo por hábito, por gosto, porque quando escrevo esqueço do mundo ao meu redor, as palavras chegam na minha mente e eu simplesmente as escrevo.Podem não ter significado pra você, mas para mim, sempre tem.

Nossas vidas são como livros, a cada dia uma nova página é escrita.

13 dezembro, 2006

Fim de ano - Revolta e Desilusões

Fim de ano - Revoltas e Desilusões

Às vezes me pergunto o que foi que eu fiz de errado, o que aconteceu para que tudo acabasse assim? Erros... Talvez, mas as circunstâncias me induziram. Será que posso culpar o destino?

Não, a culpa se é que posso dizer assim é de todos. Cada um cometeu falhas, que não comete? E, por menor que tenham sido contribuíram com o curso da minha vida. O ano está acabando e mais uma vez me encontro na beira de um abismo. A depressão volta a bater em minha porta e, por mais que eu demore para abri-lá, a depressão se infiltra pelas frestas que encontra.

O fim de ano sempre me deixa triste, paro na virada e reflito sobre tudo o que aconteceu e lembras das promessas quebradas.... Muitas coisas não saíram do jeito esperado, outras o inesperado foi muito bem vindo. A cada ano sinto que mudei, que não sou mais aquela garota rebelde e por vezes ingenua que ficava a procura do seu príncipe encantado.

Hoje, fico estressada facilmente, mas estou mais sensível em relação ao mundo, procuro medir meus passos e as vezes confesso que mando tudo pelos ares, afinal ninguém é de ferro. Sei que tenho defeitos, mas acho sinceramente que estou acertando mais que errando. Não sou perfeita e agora estou meio paranóica com minha aparência, sempre fui vaidosa, mas é diferente agora, sei lá , não sei explicar, na verdade acho que to me desobrindo com oeu sou realmente. E to fazendo apenas algumas mudanças...

Adotei três lemas: Carpiem Dien, " Hakuna Matata " e " é melhor se arrepender de uma coisa que você fez do que por não ter feito". Minhas frustrações aumentaram a medida que via meus planos indo pelo ralo. Minhas desilusões amorosas também, isso é uma coisa que ainda tenho muito que aprender, pricipalmente a controlar meus sentimentos. Vivendo e aprendendo....

Me revolto com a vida porque não aguento mais sofrer e passar por coisa que vivi anteriormente. É sofrer dobrado, não me sinto forte apenas finjo. A solidão me corrói aos poucos....

Final de 2005 e até meados de 2006 foram os piores dis da minha vida e da minha familia também, não vou expor os fatos, mas foram bem ruins. A angústia de não saber o que vai acontecer em 2007 me apavora um pouco, tem a questão do vestibular e do emprego.

Isso tudo sem falar do acidente que sofri e que já postei anteriormente.

Mas sem que fim tudo vai dar certo e buscarei no fundo de minha alma forças para continuar a trilhar meu caminho sem interrupções.

pegue a sua no TemplatesdaLua.com

0 comentários: