Unwritten

Escrever, escrever e escrever....
Deixar as palavras formarem frases, parágrafos e textos... Contar notícias, tragédias, cartas de amor, cartas de saudades, de alegria, mensagens de reflexão.Buscar em coisas escritas aquilo que não se encontra ao escutar.Achar no meio de um livro antigo uma rosa seca e, ao ver, recordar o passado.
Desligar-se do mundo ao ler um livro, entrar na história e ser o narrador observador.E por alguns instantes esquecer de tudo.

Eu escrevo por hábito, por gosto, porque quando escrevo esqueço do mundo ao meu redor, as palavras chegam na minha mente e eu simplesmente as escrevo.Podem não ter significado pra você, mas para mim, sempre tem.

Nossas vidas são como livros, a cada dia uma nova página é escrita.

21 março, 2008

Algumas coisas.

Confesso que fique bem feliz ao ver que a história da Sarah gerou uma repercussão boa, porque não sou boa em escrever narrativas, adoro fazer dissertações e críticas, mas não narrativas. Contar histórias que não são a minha não é fácil para mim, demoro para escrever, mas quando embala é rapidinho. Vou procurar postar mais capítulos, mas isso só irá acontecer quando estiver inspirada. Podem ter certeza disto.
Enquanto isso vou continuar a postar e fazer mais modificações no blog. Agora, pela primeira vez, realmente acho que ele ficou com a minha cara, com a minha personalidade e quando alguém entrar pela primeira vez, estará vendo o meu jeito de encarar a vida.

Gostaria de sugestões para novas postagens...

1 comentários:

Loh_rayne disse...

o meu calar tambem é incompriendido ;~